terça-feira, 4 de novembro de 2008

The Atari post

Crotófago: Por favor, façam um post pra quem ainda joga Atari. É que não tenho me atualizado muito nos últimos tempos...

O Atari foi um dos videogames mais fantásticos de todos os tempos. Foi o responsável pelo vício de muitas crianças na década de 80, numa época que não existia internet, computador pessoal, celular ou outros apetrechos tecnológicos existentes no mundo atual. A única diversão infantil era sair de casa e brincar nas ruas, pois em casa nada havia para se fazer, e a TV transmitia apenas 2 canais com qualidade decente (Globo e SBT).

Depois do Atari, a molecada viu que brincar na rua era fail, e ficar em casa jogando videogame era o futuro. Mas naquela época nem todos tinham o famigerado videogame, muito menos uma TV exclusiva para o jogo, então ser bem sucedido era ser amigo de um felizardo possuidor do videogame.

Confesso que eu não era Atarista, pois eu tinha um videogame concorrente e muito pouco conhecido das massas, o fantástico e incrível Odyssey. O Odyssey era um videogame com capacidade inferior ao Atari, mas com jogos divertidos e fascinantes, com todos aqueles pixels gigantes e efeitos sonoros mais incríveis do que um tamagoshi. Só que essa desgraça desse Odyssey ficava mais tempo quebrado na oficina do que na minha casa, então o jeito era correr pra casa de alguém que tinha Atari.

River Raid, Enduro, Pac Man, Bobby Is Going Home, Pitfall, X-Man, Seaquest, Keystone Kappers, Frostbite (de onde tirei o sobrenome do Picolinos), H.E.R.O., Frogger, Decathlon, Moon Patrol, a lista de joguinhos fantásticos do Atari era interminável. E o mais interessante era saber que os jogos não tinham fim, então a disputa era pra ver quem conseguia chegar mais longe ou fazer menos pontos. Sem essa viadagem de memory card ou save point, naquela época era preciso ter raça.

Para todos aqueles que vivenciaram a primeira e fantástica época de ouro dos videogames, alguns links interessantes:

Golden Shower - um clipe genial com sons e gráficos de Atari
Comerciais e chamadas da época: Chamada 1 - Chamada 2 - Chamada 3 - Chamada 4 - Comercial 1 - Comercial 2 - Comercial 3 - Comercial 4
Atari.com.br - O site oficial do Atari no Brasil, ensinando como jogar Atari no seu PC e outras informações

11 comentários:

joaopgy disse...

nao tenho impressão digital no dedão por culpa do enduro...

Crotófago disse...

É a primeira vez em 18 anos que eu choro de emoção por causa do Atari. Post muito comovente...
A última vez foi uns 20 anos atrás, quando eu chorava de raiva porque o meu primo de 2º grau só queria ficar jogando o Bobby is Going Home e eu babava pra jogar Enduro ou River Raid (obs.: o videogame era da tia dele - minha prima).
Tv disponíel para se jogar era muito raro. Um atari então... pffff... só para semi-milionários...

o penultimo passageiro disse...

God Bless Atari.

Z... disse...

Esqueceu do MEGAMANIA, o mais viciante de todos!!!!!!

Paulo disse...

Fui ter um Atari umas duas semanas antes de lançarem o Nintendo 8 bits.
Ótimo post.
God Bless Atari [2].

Leonardo de Leon disse...

Joguei durante décadas numa tv "preto e branco"... a primeira vez que vi River Raid à cores me emocionei.

Na casa do cara em que jogavamos tinha a avó dele, maluca e vivia mijada, um fedorão do caralho mas valia a pena.

Velhos tempos.

Don disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
PH disse...

WTF????

dicapri disse...

??????????

PH, foste tú?

PH disse...

Foi removido pelo autor, ou seja, suicídio.

Lindalva disse...

Eu era viciada em frosbite e nunca conheci ninguem que jogasse melhor q eu essa porra ... Bons tempos q não voltam ...

Postar um comentário

Abobra Diário.